Esse é o tema central de Sexify, a nova série da Netflix, que conta a trajetória de três amigas: Paulina, Monika e Natalia. Elas estão dispostas a ajudar elas mesmas e milhares de mulheres de mulheres a encontrarem o seu próprio prazer. (Parece uma página que eu conheço rsrsrs. Inclusive, nós fizemos um guia para te ajudar a gozar) e entender que o sexo é importante.

A primeira temporada, que conta com 8 episódios que têm cerca de 50 minutos cada um, traz a protagonista Natalia, uma estudante de 23 anos e virgem que quer vencer uma competição de tecnologia, mas o seu projeto não é tão atraente, ou melhor, sexy. Então, depois de perceber que todos só pensam em uma coisa: sexo, ela define que esse vai ser o seu tema.

Mas como falar sobre um tema que você não sabe NADA? É aí que entram suas amigas Monika e Paulina que ajudam o aplicativo acontecer ou não, né?! Você vai ter que assistir pra descobrir.

Apesar das cenas de sexo e masturbação que aparecem ao longo da história, em nenhum momento o prazer feminino é mostrado como algo para satisfazer os homens, pelo contrário. A trama gira em torno de como os prazer da mulher é deixado de lado e como isso afeta também os relacionamentos não só amorosos, mas também os familiares, afinal nem todas as famílias falam abertamente sobre sexo e orgasmos femininos.

Vibradores não são inimigos do relacionamento

Para algumas pessoas, os vibradores são os inimigos de um namoro/casamento, mas eles não são. Em sexify, o namorado de Paulina flagra a estudante se masturbando e não fica contente com o que vê. Em determinado momento Mariusz mostra seu incômodo ao encontrar a namorada em uma exposição de produtos eróticos.

Mas o que ela tem de tão diferente de outras séries da Netflix como “Sex Education”?

Bom, enquanto sex education tem uma narrativa contada por um homem, em sexify são mulheres que contam sobre como é difícil falar e entender o prazer feminino.  Aliás, a série conta como homens têm dificuldade pra entender o que o sexo também precisa ser satisfatório para nós mulheres.

Na primeira cena, já nos deparamos com Paulina que transa por transar com o seu namorado, mas em momento algum ele questiona se está bom pra ela, apenas se preocupando com o seu prazer. Isso nos fez questionar a importância da relação sexual dentro dos relacionamentos. Afinal, um s&x0 ruim pode acabar com um namoro/casamento? Esse tema fica para um outro dia.

Depois de tanto sucesso é possível que a série ganhe uma segunda temporada, mas ainda é cedo para afirmar. Afinal, a primeira temporada ficou disponível no dia 28 de abril, então nos resta indicar essa série maravilhosa para você.