*Alerta de gatilho, o texto a seguir pode ser sensível para você.

BBB não sai da boca do povo, isso é fato, durante o tempo de confinamento a realidade das sisters e brothers é comentado em todo canto do nosso país, afinal estamos falando do reality show mais famoso no Brasil… Um dos tópicos mais falados dentro e fora do programa tem sido o casal Carla Diaz e Arthur, mas eles não tem sido vistos com bons olhos, afinal todos enxergam o quanto o relacionamento é tóxico, frágil e ainda temos a dúvida sobre interesse – não amoroso nessa relação.

Precisamos falar sobre machismo

Precisamos falar do machismo mascarado que Carla vem sofrendo por conta disso… Carla é uma mulher que passou por um câncer na tireoide em 2020, fez o tratamento e atualmente está em remissão do câncer que tratou recentemente, a mesma disse que só aceitou ir para o BBB após passar por essa experiência tão delicada, disse que o BBB seria uma aventura que ela gostaria de passar após toda a agonia que teve ao descobrir ter um câncer durante a pandemia.

Outro ponto importante que a sister contou dentro da casa, foi o fato dela não ter tido nenhum tipo de relacionamento durante a pandemia, disse inclusive que já estava há 1 ano sem ter relações sexuais e até mesmo sem beijar, afinal, ela seguiu o isolamento como recomendado. Daí vemos dois problemas em um, antes de entrar no BBB ela já era uma mulher que estava fragilizada, por conta do confinamento que a pandemia nos impôs, como também pelo câncer e todas sequelas que trouxe o mesmo, logo ela era uma presa fácil e carente, apesar de ser uma mulher muito inteligente e forte.

Arthur no começo do programa, nas duas semanas de jogo para ser específica, mostrou interesse em formar casal com outras 2 (DUAS) sisters, sendo elas, Thaís (que ainda está na casa) e Kerline (a primeira eliminada), logo Carla Diaz foi a TERCEIRA opção do rapaz para formar um casal na casa, o problema é como todo o arco deste “romance” se desenvolveu, o cara insistiu tanto, mas tanto, e também tiveram as outras pessoas insistindo tanto, que Carla acabou cedendo e ficando com ele…

Logo após ele ficava o tempo todo dizendo estar muito interessado em Carla, em muitos momentos se dizendo até apaixonado pela mesma, até que de uma hora pra outra ele simplesmente começou a falar coisas pesadas/ruins sobre Carla, dizendo coisas que você não falaria se realmente estivesse a fim da pessoa, ele até em vários momentos cita que quando sair da casa irá viver na “cachorrada”, já descartando qualquer tipo de envolvimento com Carla no mundo real, sem a mesma nem sonhar que ele fala algo do tipo, afinal quando está com ela, Arthur só fala coisas boas, só diz coisas que fazem ela acreditar que o interesse dele é genuíno, coisa que nós que assistimos de fora sabemos que não é!

E quem sofre as consequências?

CARLA DIAZ!

Ela, uma mulher de 30 anos, sendo que desses 30 anos de vida, tem apenas 28 de carreira como atriz, fantástica inclusive! Ela recebe a culpa, ela recebe mensagens de ódio, ela é apontada como errada, como trouxa, como todas as coisas ruins em rede nacional, sendo que quem deveria ser escorraçado é o macho escroto com quem ela está se relacionando. Ele é quem está mentindo, usando, sujando a imagem dela!

Mas poucas vezes vemos ELE sendo colocado como culpado. Isso só mostra como o machismo é tão enraizado na nossa sociedade, do quanto a mulher é apontada como culpada até quando é vítima, ela está sendo humilhada de diversas formas, sendo rebaixada em todo canto apenas por ser uma mulher apaixonada, e cega por um homem que não merece ela, por um homem que diminui ela, por um homem que só usa ela, por um homem que é tóxico com ela.

A conta parece que chegou cedo, mas na mesa errada…

Até logo, Amoras!