A forma como os millenials e a geração Z encaram os relacionamentos, de fato é diferente, aliás as relações não são as prioridades de muitas dessas pessoas, em especial as mulheres. Trabalho, educação e estabilidade financeira estão entre as coisas que mais importam para essas mulheres.

Elas querem viajar, curtir com as amigas, transar com outros caras e, principalmente, não dar satisfação de tudo da sua vida! De acordo com uma pesquisa do site de encontros eHarmony, quando o assunto é relacionamento duradouro, os millenials são muito cautelosos.

Helen Fischer, antropóloga que estuda relacionamentos e consulta dos sites de encontros Match.com, criou a frase “sexo rápido, amor lento”. E essa frase faz total sentido, afinal de contas é a geração que gosta de aproveitar os bons momentos da vida e não necessariamente precisa estar com alguém ou em um relacionamento.

E nesse seleto grupo temos as mulheres que antes se casavam ainda se completar 18 anos, hoje não se importam em casar aos 30 ou sequer querem casar. Muitas mulheres querem ter a sua vida fluída e sem cobranças, sendo que as suas únicas prioridades são elas mesmas hoje e sempre.

A pressa é a inimiga da perfeição?

Mas é importante dar nome a essas mulheres e escutar o que elas têm a dizer. Mariana Ruduit é uma delas e conta que não tem pressa para casar.

“Para mim, não é nem claro porque eu não teria essa pressa. A primeira coisa é: nada com pressa se faz bem. Segundo: tem tanta coisa para a gente se preocupar e ver na vida”, afirma Mariana.

Mariana ainda afirma que entende ser uma mulher muito maior do que um simples anel no dedo anelar.

“Eu acho que sou muito mais do que um relacionamento com um anel no dedo, eu sou a minha pessoa completa. Eu acho que me firmar, me organizar e me ter como ser humano independentemente de qualquer coisa é fator primordial”, afirma Mariana.

Assim como ela, Julia Rodrigues**, 25, também não tem pressa para casar. A administradora namora há seis anos e junto ao seu parceiro pressa não é a palavra que define o relacionamento deles.

“Simplesmente pelo fato de que a vida é mais fácil para os homens e quero focar na minha vida profissional. Numa entrevista de emprego, uma mulher ao dizer que é casada, recebe milhares de questionamentos, como se pretende ter filhos, porque casou cedo, enquanto numa entrevista com homens, querem saber apenas das habilidades deles. Fiz uma entrevista de emprego e uma das questões era se eu queria ter filhos, o que isso impactaria no meu conhecimento intelectual?”, disse Julia

Relacionamento é parceria!

É preciso também ressaltar que casamentos não devem ser prisões, pelo contrário, ele deve ser um relacionamento onde o outro se sinta livre para ser quem ele é. 

“Depois se um dia for ter alguém junto, na parceria nessa mesma vibe é melhor. Sempre é bom ter alguém para enfrentar os desafios da vida juntos, mas na parceria, não porque a sociedade me pressiona para que eu seja desse jeito”, afirma Mariana Ruduit.

Você conhece alguma mulher que não quer casar e as prioridades são outras? Manda esse texto para ela.